Blog do Desemprego Zero

Fundação da Casa da América Latina

Posted by imprensa2 em 23 setembro, 2007

Ata da Assembléia Geral de fundação da Casa da América Latina, realizada em 31/08/2007

 

Às dezessete horas do dia trinta e um de agosto de dois mil e sete, reuniram-se no auditório da Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Estado do Rio de Janeiro, localizada à Rua do Russel, nº 1, Glória, os membros fundadores da CASA DA AMÉRICA LATINA, conforme convocação amplamente divulgada por uma comissão organizadora, para tratarem da seguinte pauta: 1- Fundação da Casa da América Latina; 2- Eleição da Comissão Provisória; 3- Aprovação do Estatuto. Compuseram a mesa Ivan Martins Pinheiro, Raymundo Theodoro Carvalho de Oliveira, Roberspierre Martins Teixeira e Ana Carolina Reyes, que secretariou a assembléia e transcreveu a presente ata. Iniciou-se a sessão com a fala de Ivan Pinheiro, em nome da comissão organizadora da fundação. Ele destacou a atualidade da solidariedade latino-americana, informou como surgiu a idéia de criação da entidade e as providências que a comissão organizadora vinha adotando para a viabilização do projeto. Registrou também a necessidade de a Casa da América Latina atuar com amplitude, independência política e econômica. Em seguida, Roberspierre Martins leu as mensagens enviadas por parte de: Plínio de Arruda Sampaio, Flávio Tavares (escritor), Wadih Damous (presidente da OAB/RJ), Pedro Castro (professor) , Fausto Wolff (escritor), Reynaldo Feijoo García (representante do Instituto Cubano para la Amistad con los Pueblos), Oscar Niemeyer (arquiteto), Dina Lida Kinoshida (Cátedra da Unesco da USP e Secretária de Relações Internacionais do PPS), Alcino Neto (Decano do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas da UFRJ), Helói Moreira (presidente do Clube de Engenharia), Emir Sader (escritor), Chico Alencar (deputado federal) e Fernando Cataldi (advogado), todos fundadores da Casa da América Latina, mas que não puderam estar presentes à assembléia. Em prosseguimento, iniciaram-se as intervenções do plenário, contando-se três minutos para cada uma, para avaliação e propostas. Fizeram uso da palavra – saudando a iniciativa de criação de uma Casa voltada para a solidariedade dos povos da América Latina e destacando os desafios para essa entidade diante da conjuntura internacional – os seguintes fundadores: Pedro Porfírio (vereador PDT-RJ), Marco Antônio Vilela dos Santos (presidente do CECAC – Centro Cultural Antonio Carlos Carvalho), Eliomar Coelho (vereador do PSOL), Ângela Botelho (presidente da Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Estado do Rio de Janeiro), Cláudio Lopes (Partido Humanista), Mário Augusto Jakobskind (jornalista), Zuleide Faria de Melo (presidente do PCB e da Associação Cultural José Martí), André Borges (escritor), Noilton Nunes (cineasta), João Tancredo (advogado), Lenin Novaes (jornalista), Flávio (produtor de jornal), Argemiro Pertence (engenheiro), Olga Amélia (MODECON), Ney Nunes (Coletivo União Comunista), Sammer (Coletivo de esquerda de São João Del Rei), Eduardo Mota (PCB de Queimados) e Jorge Carpio Del Solar (advogado). Algumas propostas foram levantadas durante as intervenções. Pedro Porfírio sugeriu que fosse criado um sítio da Casa da América Latina na Internet, com um fórum permanente de discussão on-line. Propôs também a criação da Revista da América Latina, veículo de propaganda e informação. Nesse mesmo sentido, Mário Augusto Jakobskind destacou a importância da publicação de um jornal através da Casa da América Latina e ainda sugeriu que se buscasse espaço para veiculação de informações na TV digital, a fim de romper o cerco ideológico da grande mídia. Noilton Nunes propôs a realização de festivais de cinema e ofereceu um filme que produziu (“A paz adorada”) à Casa da América Latina. Lenine Novaes sugeriu que se fizesse a discussão e aprovação do estatuto da Casa da América Latina em um momento posterior. Argemiro Pertence fez a sugestão de um curso sobre a temática do petróleo na América Latina. Eduardo Mota colocou à disposição da Casa da América Latina a utilização da rádio comunitária “Novos Rumos”, da mesma forma que Ângela Botelho dispôs do espaço da Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Estado do Rio de Janeiro para qualquer futura reunião. As intervenções foram encerradas com a fala de Raymundo de Oliveira, que destacou a importância do evento e a quantidade e a qualidade das presenças ao ato e, em seguida, apresentou algumas propostas: que a Casa da América Latina organize um debate sobre fontes energéticas e a integração latino-americana; que sejam realizados um festival de poesia latino-americana e outro de cinema latino-americano, com o apoio de Silvio Tendler; que a próxima Assembléia Geral se realize daqui a, no máximo, trinta dias, para a discussão mais ampla do estatuto e a substituição da Comissão Provisória, com a eleição do Conselho, da Diretoria, do Conselho de Ética e da Comissão Fiscal. Tendo sido aprovada essa proposta, como preliminar, deliberou-se por aprovar, por aclamação, o anteprojeto de estatuto apresentado, sem prejuízo de eventuais alterações na próxima Assembléia Geral. Em seguida, passou-se a tratar da eleição da Comissão Provisória que dirigirá a Casa da América Latina por trinta dias, até a próxima Assembléia Geral. Foram eleitos, por aclamação, sete fundadores para comporem a Comissão Provisória: como Presidente, Raymundo Theodoro Carvalho de Oliveira e, como membros, Cláudio Márcio Lopes Pinto, Fichel Davit Chargel, Ivan Martins Pinheiro, Jefte da Mata Pinheiro Júnior, João Luiz Duboc Pinaud e Mário Augusto Jakobskind. Todas as propostas levantadas pelo plenário foram acolhidas, como indicativos ao Conselho da entidade. Encontram-se em anexo à presente ata, fazendo parte integrante dela, a íntegra do estatuto aprovado (assinado pelos membros da Mesa) e a lista de presença dos fundadores. E nada mais havendo a relatar, encerro a presente ata, que vai assinada por mim e pelos outros componentes da mesa da assembléia.

 

Rio de Janeiro, 31 de agosto de 2007

Saudação de Fausto

Depois de voltarmos as costas de modo arrogante  e indelicado para a América Latina, preferindo nos comportar como tietes de Portugal,   Inglaterra, França e dos Estados Unidos, parece que desta vez um grupo de pessoas corajosas e inteligentes entendeu que o Brasil é parte importantíssima da América Latina.

Em boa hora surge a Casa da América Latina, para urgentemente promover encontros culturais, políticos e sociais com nossos irmãos abaixo do Equador.

É um absurdo que conheçamos intimamente a vida de uma atriz norte-americana e pouquíssimo saibamos sobre o Equador e até mesmo sobre o vizinho Uruguai.  

Somos vítimas de um corte cultural que teve início com o golpe militar de 64 quando começamos a perder nossa música, nossa arte, nossa imprensa e nossa identidade.

Passamos a ser um povo que não sabe quem é, de onde veio e para onde vai; o povo ideal para o laboratório do neoliberalismo e a audiência ideal para o lixo cinematográfico americano, que ensina as crianças a se drogar, a roubar e a matar sem que atitude alguma seja tomada. Pior que o crime é a banalização do crime.  

Enquanto o Brasil não se reconhecer latino-americano, teremos poucas chances de nos tornarmos uma grande nação. Abaixo a violência e abaixo a elite que a produz.  

Longa vida à Casa da América Latina.

Fausto Wolff  

                          

 

 

 

 

 

CHE GUEVARA

                                                                                     André Borges

 

 

CHE GUEVARA

Águia dos Andes

que num vôo rasante

em busca da liberdade

pousou heroicamente

no chão da eternidade

 

Nas plagas argentinas

acendeste o archote

da libertação continental.

Lutaste na Guatemala

ajudaste na Revolução Cubana

a luz te fugiu aos olhos

nas selvas bolivianas

 

CHE GUEVARA

O teu grito ainda ecoa

Pelas cristas das montanhas:

– Um! Dois! Três!

Muitos Vietnãs!

Às armas oh! Heróis da Liberdade!

 

CHE GUEVARA

Águia dos Andes

que num vôo rasante

em busca da liberdade

pousou heroicamente

no chão da eternidade.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: