Blog do Desemprego Zero

DATAFOLHA: Jandira Feghalli sobe e se aproxima de Marcelo Crivella

Posted by blogdojefferson em 30 março, 2008

Jefferson Milton Marinho do Blog do Jefferson

Do Globo Online

Pesquisa Datafolha publicada na edição deste domingo da “Folha de São Paulo”, mostra que o senador Marcelo Crivella (PRB) lidera a corrida para a prefeitura do Rio, seguido de perto pela ex-deputada Jandira Feghalli (PC do B). O senador Crivella tem 20% das intenções de voto, contra 18% de Jandira. Em seguida, aparece o deputado Fernando Gabeira (PV), com 9%, a deputada Solange Amaral (DEM), com 8%, o mesmo percentual do deputado Chico Alencar (PSOL). O deputado estadual Alessandro Molon (PT) aparece com apenas 1%, candidato que tem o apoio do governador Sérgio Cabral (PMDB).

Em outro cenário, com o secretário estadual de Esportes e Lazer, Eduardo Paes, a disputa ficaria da seguinte forma: Crivella (18%), Jandira (16%), Paes (10%), Gabeira (9%), Solange Amaral (9%), Chico Alencar (6%), e Molon (1%).

Apesar de liderança na disputa, Crivella é o candidato com maior índice de rejeição (28%), seguido por Solange (18%), Gabeira (16%), Jandira (13%), Chico Alencar (11%) e Molon (6%).

O Datafolha ainda mostra que Crivella tem preferência do eleitorado com baixa escolaridade (29% dos votos), dos mais pobres (23%). Já entre a população com curso superior, Gabeira e Jandira se destacam, com 25% e 21%, respectivamente. O mesmo acontece entre os mais ricos. Gabeira tem 30% dos votos daqueles que recebem mais de 10 salários-mínimos, enquanto Jandira tem 28% dos que ganham de 5 a 10 salários-mínimos.

Comentário do Blog do Jefferson: A eleição do Rio certamente terá segundo turno. Mas ainda há muita indefinição. Apesar de aparecer na lanterninha, Alessandro Molon (PT) é o que maiores chances de crescimento, pois contará com o maior tempo de horário gratuito, a máquina política do Cabral e a possibilidade de melhor identificação da candidatura às obras do PAC no município. Além disso, é um candidato com rejeição pequena. Resta saber se os atributos são suficientes para levá-lo ao segundo turno. Em um embate contra Crivella ou Jandira, é grande a chance dele sair vitorioso. Os candidatos Gabeira, Solange e Chico Alencar têm dificuldade de expandir o eleitorado. O Chico Alencar sofrerá com a baixa estrutura do partido, além do pequeno horário de televisão. Já a candidatura de Solange Amaral será atingida pela avalanche de notícias negativas da administração César Maia. A candidatura de Gabeira eu analisei no post “Fernando Gabeira: De ex-guerrilheiro de esquerda a candidato das elites” .

Jefferson Milton Marinho: Economista formado pela UFMG e Mestrado na mesma instituição. MBA em Finanças pelo IBMEC-BH. Meus Artigos

 

Anúncios

5 Respostas to “DATAFOLHA: Jandira Feghalli sobe e se aproxima de Marcelo Crivella”

  1. […] DATAFOLHA: Jandira Feghalli sobe e se aproxima de Marcelo Crivella […]

  2. Eduardo Alves said

    Olá, Jefferson.

    Gostei de saber que ela cresceu nas pesquisas. Não que eu vá votar nela (ainda não sei), mas é bom termos outras alternativas. O Molon e o Eduardo Paes também são quadros interessantes.

    E são pessoas ligadas à política. Fiquei preocupado no início do ano quando disseram que a disputa ficaria entre Crivella e Vagner Montes, sem outras opções plausíveis.
    O Rio está precisando mesmo…

    Abraços,
    Eduardo.

  3. Bruno said

    Jefferson,

    Tem outra pesquisa que afirma que ela é a competitidora mais forte no segundo turno.

  4. estrela said

    Jefferson,
    o link do Gabeira está quebrado.

  5. Estrela,
    Obrigado pelo aviso.

    Eduardo,

    Acho que Molon vai crescer bastante. Não acredito que chegue ao segundo turno, mas não é impossível. O PT ficou muito fraco no Rio, mas tenho boas impressões dele. E tudo indica que a candidatura tá sendo bem trabalhada.

    Se tivesse no Rio, não descartava o voto na Jandira Feghalli. Tenho diferenças, mas acho que ela tem mudado para melhor, também podemos fazer concessões.

    Bruno,

    Não sei sobre essa pesquisa, mas acredito que ela seja mesmo competitiva. Ela precisa cadenciar o discurso. Talvez a experiência como secretária em Niterói sirva de lição para ela.

    Eleição majoritória tem que atingir o centro do espectro político. E no Rio, tradicionalmente, é mais à esquerda. O problema é que a esquerda carioca não sabe levar vantagem disso. Fica discutindo temas divisionistas.

    Seu ponto forte é a saúde, e aí está o grande problema do Rio (ao lado da segurança que depende mais do Cabral). Só que o marqueteiro dela tem dizer para ela que ninguém está interessado em liberação de aborto e coisas desse tipo. A questão é concentrar nos problemas reais, como o descaso total no atendimento.

    Obrigado pelos comentários.

    Jefferson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: