Blog do Desemprego Zero

Lula: Dilma não pode ser vítima de chantagem

Posted by Beatriz Diniz em 4 abril, 2008

Publicado em Redação Terra

Por Jeferson Ribeiro

O presidente Lula  disse na tarde de hoje após almoço com o presidente da Eslovênia, Danilo Turk, que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, não está enfraquecida dentro do governo e que ela não pode ser vítima de uma chantagem política.

“Eu acho que a pessoa que tem a importância da Dilma e que presta serviços ao País como ela presta não pode ser vítima de uma chantagem política, de uma pessoa que não sei quem é e que roubou informações de uma base de dados e vendeu a idéia para alguém que era um dossiê. Eu não posso em nenhum momento ter um milésimo de suspeita sobre a ministra Dilma. Eu conheço ela e a história dela e os serviços que ela presta ao País”, disse o presidente em defesa da ministra. 

Lula afirmou ainda que as informações vazadas são como “osso de galinha”. “A impressão que eu tenho é que alguém encontrou um osso de galinha e tentou vender para a imprensa que tinha encontrado uma ossada de dinossauro. Na hora que for montado para ver que tamanho era o dinossauro vão perceber que era um franguinho. Nós estamos tranqüilos”, disse o presidente.

O presidente disse ainda que o responsável pelo vazamento talvez nunca seja encontrado e mencionou uma suspeita da imprensa. “Obviamente que estamos tristes porque quem recebeu na imprensa sabe quem foi (que vazou as informações). Vamos ter que fazer uma investigação e possivelmente nunca saibamos quem foi que pegou as informações de um banco de dados e vendeu como se fosse um dossiê. Isso é lamentável para o País”, afirmou o presidente.

“Não quero acusar ninguém porque é muito ruim você acusar sem saber. Hoje tem jornais que já dizem que houve senadores que participaram disso. Eu ainda não li a matéria. Eu acho lamentável pelo momento que o Brasil está vivendo”, disse Lula.

O presidente fez referência a uma matéria publicada na edição de hoje do jornal O Globo. A matéria diz que o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) havia recebido as informações do dossiê antes mesmo da criação da Comissão Parlamentar de Inquérito mista dos Cartões. Ele teria confidenciado a colegas de bancada que o material chegou às suas mãos ainda em fevereiro. Segundo o jornal, Dias disse que recebeu o material nos corredores do Senado e que interpretou como pressão para a não criação da Comissão.

Lula se mostrou indignado com os vazamentos e disse que sua orientação é para que o governo não pare por causa disso. “Não é a primeira vez na história do Brasil, não é a segunda vez e não será a última vez que alguém tenta roubar documento de um jeito para vendê-lo de outro. Diante disso, qual é a minha orientação? Não parar de trabalhar um milímetro”, disse o presidente.

“Nós temos obrigações com esse País. Eu vou continuar viajando o Brasil, a Dilma vai continuar viajando o Brasil, e as pessoas que estão na CPI que apurem e, por favor, dêem um jeito de evitar que essas coisas voltem a acontecer”, disse Lula. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: