Blog do Desemprego Zero

Terceiro mandato não!!!

Posted by Beatriz Diniz em 14 abril, 2008

“Os líderes da oposição acreditam que as mudanças do governo Lula vem tenham se esgotado precocemente devido às décadas de menosprezo com que as classes dominantes tratam as populações pobres, que basta derrubar o presidente, impedi-lo de governar, para retomarem o poder e restaurarem tudo o que o país rejeitou em duas eleições sucessivas. Esquecem, porque não vêem ou não querem ver, que a redistribuição da renda, as políticas sociais, o respeito à cidadania, o prestígio internacional do Brasil, obtidos pelo povo brasileiro durante o governo Lula, são hoje fatos irreversíveis.”

*Postado por Luciana Sergeiro

Publicado em: Cidadania.com

Por Vera Pereira

Custa-me crer que pessoas experientes e cultas não se dêem conta de que o que de fato “blinda” Lula não é o sigilo de gastos da Presidência (indispensável e constitucional em qualquer país do mundo, pelo que me consta), nem sua base aliada, mas dois fatores convergentes.

De um lado, o extraordinário talento político do presidente, sua incrível “inteligência política” – assim como se fala em inteligência emocional, inteligência musical – e, de outro lado, a incapacidade da oposição de formular um programa de ação alternativo e coerente.

E esse dom de Lula não se manifesta apenas, como insiste a oposição, no carisma, na admirável capacidade de empatia e comunicação com o povo, mas na lucidez de definir algumas prioridades de suas políticas públicas:

1 – A ampliação das relações comerciais para fora da dependência americana; o reforço da integração latino-americana; 2 – a estabilização econômica; 3 – a expansão do mercado interno; 4 – o respeito absoluto à democracia, seja na lide com os setores sociais, seja com a mídia; 5 – a busca da intermediação de interesses de classe em conflito, e acima de tudo, como prioridade máxima, o resgate das condições de vida da população mais pobre, de sua auto-estima e consciência de cidadania.

Isso só não enxerga quem se deixou cegar pela inveja, pelo ódio de classe, pelo interesse egoísta míope que só vê o próprio bolso, e pela falta de “grandes ambições” (como diz Gramsci) ou de visão do país.

A inteligência política de Lula, ao contrário do que alardeia a oposição e o PIG, não lhe caiu dos céus, mas foi aprimorada em quarenta anos de atividade sindical e partidária, na sagacidade para ouvir e aprender com o povo e com aqueles que dispõem dos conhecimentos técnicos e intelectuais  que lhe faltam, sobre a qual não faltam depoimentos de quem já discutiu com o presidente.
 
Evidente que ainda não se vislumbrou no horizonte político de hoje ninguém que possua dom comparável ao de Lula, mas defender que ele é único e insubstituível é uma tese despolitizadora da sociedade nacional, que só serve para estimular a crença de que a esquerda brasileira e o PT, principalmente, não existem, não têm projeto próprio, sobrevivem tão-somente à sombra e à custa de um líder carismático, não são produtos do processo histórico do país, não construíram há décadas raízes profundas na sociedade brasileira, de cujas bases pelo menos grande parte dos petistas provêm, e, portanto, desenvolveram a duras penas uma capacidade de ouvir e de expressar necessidades e opiniões do povo, certamente diversificadas e às vezes antagônicas, porque a sociedade não é e nunca será homogênea.

Acreditam os líderes da oposição, cuja capacidade de análise e percepção política das mudanças que o governo Lula vem imprimindo no tecido social brasileiro parece ter se esgotado precocemente devido às décadas de menosprezo com que as classes dominantes tratam as populações pobres, que basta derrubar o presidente, impedi-lo, definitiva ou provisoriamente, de governar, para retomarem o poder e restaurarem tudo o que o país rejeitou em duas eleições sucessivas. Esquecem, porque não vêem ou não querem ver, que a redistribuição da renda, as políticas sociais, o respeito à cidadania, o prestígio internacional do Brasil, obtidos pelo povo brasileiro durante o governo Lula, são hoje fatos irreversíveis.

Mas como jamais criaram um discurso que “fale ao povo”, recorrem ao velho e desgastado moralismo de classe média, aos centenários “dossiês” e à aliança com os meios de comunicação de massa e seus grandes empresários.

Nesse pôquer em que vem se envilecendo a política e a mídia brasileira nos últimos tempos, com lances espetaculares de factóides, blefes, chantagens e coações, mirando a influir no processo eleitoral, o que me choca é verificar que a cartada mais danosa a longo prazo pode ser a desmoralização de duas instituições essenciais à democracia: os partidos e seus políticos, e a mídia e seus profissionais e órgãos.

Como a oposição imagina que poderá governar sem um Congresso respeitado e que se respeite, com uma imprensa destruída e desmoralizada, ainda que o faça pela via de um golpe inconstitucional ou de um impeachment constitucional?
 
E o que me espanta ainda mais é que próceres da base e do partido do governo (movidos até, quem sabe, por oportunismo político ou por uma concepção equivocada da conjuntura) se aliem na proposição de um terceiro mandato de Lula sem perceber que essa idéia representa a mesma desqualificação da política, dos partidos e do PT como instituições que a oposição e o PIG desejam fazer.

Pior: significa uma rendição ao medo de perder o governo, uma falta de confiança em tudo o que Lula e seus auxiliares e partidos já construíram no país, uma falta de confiança na firmeza do apoio popular. E uma abdicação do seu dever maior, ante a proximidade do pleito presidencial de 2010, que é o de consolidar um projeto de nação e um programa de governo, discutido e construído internamente ou com possíveis aliados, e apoiar um nome que seja indicado majoritariamente como o mais qualificado para concorrer ao pleito presidencial quando chegar a hora certa.

Mesmo que essa pessoa não tenha 20% das qualidades pessoais de Lula, cabe ao PT e aos partidos aliados defendê-la e apoiá-la em respeito aos laços e compromissos que o governo Lula já criou com grande parte da população brasileira

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: