Blog do Desemprego Zero

José Dirceu e o “Dossiê” – cheiro de chantagem

Posted by Beatriz Diniz em 9 maio, 2008

“Um vazamento com essa dimensão política, em conluio com um senador da oposição não é coisa de funcionário subalterno. Qual é o papel de José Dirceu nesse contexto?”

*Por Luciana Sergeiro.

Publicado em: Conversa Afiada

Por: Paulo Henrique Amorim

Aparecido Nunes Pires, secretário de controle interno da Casa Civil, era uma espécie de arquivista, de amanuense de José Dirceu na Casa Civil. Álvaro Dias queria derrubar o Presidente Lula

Um amarra-cachorro.

(Clique aqui para ler o que a Polícia Federal já descobriu sobre o “dossiê”. Ou seja, a Ministra Dilma Rousseff tinha razão: ela foi traida (*) clique aqui para ler)

Um vazamento com essa dimensão política, em conluio com um senador da oposição – Álvaro Dias, do PSDB do Paraná – não é coisa de funcionário subalterno.

Isso é coisa para um profissional.

Como José Dirceu.

A resposta à pergunta cui prodest, a quem beneficia, no caso de Álvaro Dias, é óbvia: Álvaro Dias queria derrubar o Presidente Lula, com o apoio do PiG.

Ou o contrário: o PiG é que quer derrubar o Presidente Lula com o apoio dos congressistas da oposição, esses estadistas de fancaria.

(Clique aqui para ler “Quem afunda mais a oposição?”)

Álvaro Dias – esse é facil de entender.

Mas, que vantagem José Dirceu levaria com a crise do “dossiê”?

Poderia ser o enfraquecimento de Dilma Rousseff, que demonstrou que ele, José Dirceu, na Casa Civil, era um simulador de eficiência.

Poderia ser o enfraquecimento do Presidente Lula.

Mas, por que José Dirceu estaria interessado em enfraquecer o Presidente Lula?

Vingança?

José Dirceu tem mais o que fazer.

Ele agora é um empresário frio, calculista, um homem de negócios – o negócio dele é o lobby, a advocacia administrativa.

Vamos supor, e isso é uma HIPÓTESE, que José Dirceu trabalhe para Daniel Dantas.

É uma hipótese razoável, já que o pleito mais escuso, a maior maracutaia que corre hoje no Governo Federal é a grana que o BNDES vai gastar no cala-a-boca de Daniel Dantas…

E para enriquecer – mais ainda – os empresários (?). Carlos Jereissati e Sérgio Andrade, na operação da “BrOi”.

Se o amigo leitor fosse o Daniel Dantas, que vai sair da “BrOi” com US$ 1 bilhão no bolso …

Se o amigo leitor fosse um dos empresários (?). Carlos Jereissati ou Sérgio Andrade, que vai ficar com 70% do mercado nacional de telefonia, sem botar um tostão do PRÓPRIO BOLSO…

Quem o amigo leitor contrataria para fazer o lobby ?

O Paulo Henrique Cardoso?

O Mauro Salles?

Não!

Quem melhor do que José Dirceu?

Além de outros atributos, Dirceu é amigo pessoal dos presidentes dos fundos de pensão, acionistas da Brasil Telecom.

Quem melhor do que Dirceu?

Essa é ou não é uma HIPÓTESE razoável, amigo leitor.

Vamos pensar juntos.

Se essa é uma HIPÓTESE razoável, foi uma reles chantagem o que José Dirceu fez em conluio com o grande estadista Álvaro Dias.

Chatagem que se realizaria nas seguintes etapas:

(E isso também é uma HIPÓTESE, claro.)

Ou vocês dão a grana do BNDES à “BrOi” …

Ou vocês suspendem todas as ações na Justiça contra Daniel Dantas…

Ou vocês calam a boca do Daniel com US$ 1 bilhão…

Ou vai ter coisa pior que um “dossiezinho” com as entradas de teatro da D. Ruth na Europa…

Como Daniel Dantas é quem botava grana no “valerioduto” do Marcos Valério …

E como só o Procurador Geral da República não quis ver isso, porque o Procurador procura o que quer achar…

Logo, José Dirceu e Daniel Dantas estão irmanados há muito tempo, desde Minas, no “valerioduto” que irrigou o PT, tanto quanto Dantas, no passado, irrigou o “ricardosérgioduto” do PSDB.

Logo, José Dirceu e Daniel Dantas – se essa HIPÓTESE for verdadeira – conhecem as entranhas do PT e de seus aliados políticos, que se banharam nas águas do “valerioduto”.

E se a HIPÓTESE da chantagem for razoável, a chantagem deu certo.

Coisa de profissional.

A “BrOi” é uma realidade concreta, tão sólida quanto o Pão de Açúcar.

Daniel Dantas vai levar para casa US$ 1 bilhão…

Carlos Jeresissati e Sérgio Andrade vão ser donos de 70% do mercado brasileiro de telefonia sem botar um tostão do PRÓPRIO BOLSO …

É uma chantagem 100% bem sucedida.

Coisa de profissional.

Não é coisa de amador, amanuense, amarra-cachorro.

O Conversa Afiada sempre se perguntou: que história Daniel Dantas contou ao presidente Lula para fechar o negócio da “BrOi”?

Clique aqui para ler.

O Conversa Afiada errou.

Quem contou foi José Dirceu.

E se esta HIPOTESE estiver certa, Daniel Dantas tem que enviar rápido, a José Dirceu, os melhores Château Mouton Rothschild que encontrar na Mistral…

(Em tempo: uma forma de José Dirceu desmentir categoricamente essa HIPÓTESE é fazer como as empresas de “consultoria” e lobby, nos Estados Unidos. De forma cristalina divulgar o nome dos clientes. A quem José Dirceu presta serviços? Quem são seus clientes? Quem paga o salário dele – e compra seus vinhos? Porque, se for tudo em sigilo, fica um negocio de “leva-e-traz”. As informações de um cliente vazam para o outro e o dono da “assessoria” joga os interesses de um contra o outro – em beneficio de si mesmo. Lobista tem que dizer para quem trabalha. Quem tem que manter sigilo sobre os clientes é psicanalista. Até a profissão de lobista tem uma ética.)

(Em tempo dois: a tecnologia do “dossiê” da D. Ruth é ou não é a mesma tecnologia dos “dossiês” da tropa de choque do Serra? O amigo leitor se lembra do “dossiê” dos aloprados? Era um dossiê contra o Serra que virou a favor do Serra. Não foi isso? Como é o “dossiê” da D. Ruth? É contra o Governo FHC que se vira contra o Governo Lula. É a quintessência da tecnologia Serra-Dantas. Ou não é? Finge que é, mas não é. A vítima é o algoz. O algoz é o trouxa. Isso não é coisa para amarra cachorro. É coisa de profissional. Um golpe de mestre! Clique aqui para ler: Hillary vai contratar a tecnologia do Serra )

(*) Dilma Rousseff me disse, uma vez, que uma “BrOi” só sairia se os empresários brasileiros entrassem com grana do PRÓPRIO BOLSO. Agora, aparentemente, Rousseff mudou de opinião e passou a coonestar a “BrOi” – a “BrOi” de empresários (?) não põem um tostão do próprio bolso. Será que Roussef ficou com medo de uma chantagem? E que a chantagem do “dossiê” – veja caro leitor, isso é só uma HIPÓTESE – foi um aperitivo que já a assustou? Ministra José Dirceu e Daniel Dantas não são Agripino Maia…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: