Blog do Desemprego Zero

Moradora de rua queimada no centro do Rio

Posted by Beatriz Diniz em 13 maio, 2008

Em tempos de vitimização da classe média e intensa criminalização da pobreza, uma adolescente moradora de rua morreu queimada no centro do Rio de Janeiro ao dormir sob um viaduto. Todos os jornais noticiaram este acontecimento trágico. Porém acho que esta notícia deveria ser destacada por um outro ângulo, para além do destaque da maneira como a jovem foi morta.

Esse é o momento em que devemos ressaltar a ausência de políticas públicas dignas para atender esta parcela da população que sofre com o desemprego, a falta de moradia, a miséria, enfim a total violação dos direitos fundamentais à vida. É o momento de pensarmos nas condições dos abrigos destinados a esta população que ao invés de serem considerados como uma alternativa para a situação de vulnerabilidade social, é visto por estas vítimas como ameaça aquilo que eles acreditam ser liberdade.

Atualmente estamos ouvindo falar o tempo todo na mídia sobre os direitos humanos, principalmente em tempos de assassinatos bárbaros no âmbito daqueles que fazem a opinião do país. A minha ressalva aqui é no sentido de certificar que os direitos humanos envolvem também uma parcela da população que é a todo tempo marginalizada. E que estes marginalizados convivem a todo tempo com a violação dos direitos humanos, seja por parte da sociedade e do próprio Estado que deveria garantir o mínimo de bem-estar dos indivíduos para que estes se entendam e sejam entendidos como cidadãos de fato, integrantes de um Estado Democrático de Direitos. A minha ressalva é para que todos consigam identificar que estamos em uma verdadeira “barbárie”, entendendo esta como um retrocesso da sociedade que retira direitos e bem-estar e cria privilégios, naturalizando, assim, a desigualdade.

* Por Beatriz Diniz

JB Online

RIO – O corpo da moradora de rua Flávia de Souza Oliveira, 15 anos, permanece no Instituto Médico-Legal (IML). Até o momento, espera-se familiares para providenciar o sepultamento da adolescente. A jovem morreu queimada sob o viaduto dos Marinheiros, no Centro do Rio de Janeiro, no fim da madrugada de sábado.

Welington Alves, 16 anos, permanece internado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) no Hospital Souza Aguiar em estado gravíssimo. Quase 100% do corpo do rapaz está com queimaduras de segundo e terceiro graus.

Paulo Roberto de Oliveira Ribeiro, de 19 anos, foi detido por ser suspeito de ter ateado fogo nos dois após uma briga.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: