Blog do Desemprego Zero

MCT e FINEP destinam R$ 450 mi para Inovação

Posted by Beatriz Diniz em 14 maio, 2008

Foram aprovados cerca de R$ 450 milhões para uma nova linha de crédito de financiamento voltado para a inovação em empresas (pequenas, médias e grandes), essa modalidade de financiamento é não-reembolsável.

Por Luciana Sergeiro

Publicado em: Projeto Brasil

Por: Lílian Milena

O Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), lançou neste mês uma nova linha de crédito de financiamento voltado para a inovação em empresas (pequenas, médias e grandes) que se enquadrem às regras do Edital de Subvenção Econômica e Tecnológica.

Foram aprovados cerca de R$ 450 milhões para o plano sendo que essa modalidade de financiamento é não-reembolsável (as empresas que tiverem seus projetos aprovados não precisam devolver o valor recebido).

Para serem selecionados entre as seis áreas apoiadas pelo edital do programa (Tecnologias da Informação e Comunicação; Biotecnologia; Saúde; Programas Estratégicos; Energia e Desenvolvimento Social), os candidatos deverão passar por duas etapas classificatórias.

Na primeira fase, as propostas deverão ser apresentadas pelo site da FINEP até dia 30 de junho. Após o resultado dessa etapa, previsto para ser divulgado no dia 4 de agosto, as empresas selecionadas deverão encaminhar o projeto mais detalhado à FINEP, também via Internet, até 1º de setembro. O resultado da última etapa deverá ser divulgado pela Financiadora no dia 6 de outubro.

A comissão formada para julgar os trabalhos levará em conta o grau de inovação de cada plano apresentado, além da importância social, impacto no mercado e a capacidade técnica da equipe envolvida na proposta.

A Subvenção Econômica é regulamentada pela Lei da Inovação, e representa o terceiro edital de subsidio lançado pela FINEP. “Até o momento, já foram disponibilizados R$ 588 milhões, que beneficiaram 321 projetos”, declarou o diretor de Inovação da Financiadora, Eduardo Costa, com relação aos outros dois planos da entidade.

Para o presidente da Financiadora, Luis Fernandes, a nova modalidade da FINEP é um dos instrumentos que o país precisa para prosseguir no desenvolvimento: “A Subvenção é um instrumento já amplamente utilizado pelos países centrais para subsidiar a inovação, e o Brasil carecia desse instrumento”.

O prazo de execução de cada projeto é de 36 meses e o valor mínimo estabelecido é de R$ 1 milhão – 40% dos recursos serão destinados para apoiar pequenas empresas e 30% destinados para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. No entanto, se não houver quantidade suficiente de projetos apresentados nessas áreas, os recursos serão remanejados para outras localidades. 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: