Blog do Desemprego Zero

A proposta de universalização do SUS

Posted by Beatriz Diniz em 15 maio, 2008

Dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), no Brasil, existe um médico para cada 500 habitantes. Isso significa o dobro do que a Organização Mundial de Saúde recomenda e, no entanto, grande parte da população sofre com a falta de atendimento. Faltam nos centros e postos de saúde materiais elementares como torneiras de água corrente, sabão, pias e toalhas para a lavagem de mãos; lençóis de papel para as macas de exames, médicos, termômetros e balanças…

Por Luciana Sergeiro

Publicado em: Projeto Brasil

Por Lílian Milena

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), no Brasil, existe um médico para cada 500 habitantes. Isso significa o dobro do que a Organização Mundial de Saúde recomenda e, no entanto, grande parte da população sofre com a falta de atendimento adequando por problemas de infra-estrutura e concentração de especialistas nas regiões urbanas mais desenvolvidas do país.

O presidente da entidade, Dioclécio Campos Jr., denunciou em carta aberta às autoridades e à população: “Faltam nos centros e postos de saúde materiais elementares como torneiras de água corrente, sabão, pias e toalhas para a lavagem de mãos; lençóis de papel para as macas de exames, médicos, termômetros e balanças”.

Plano Nacional de Saúde

Em 2005, o Ministério da Saúde criou uma Agenda de Compromissos pela Saúde, definindo três áreas prioritárias de investimentos (Pacto em Defesa do Sistema Único de Saúde/ SUS, Pacto de Defesa da Vida e Pacto de Gestão). No ano seguinte, o governo federal publicou uma série de documentos divididos em sete volumes, com as diretrizes, regulamentos e orientações do plano.

A principal discussão, nos setores da sociedade ligados à saúde pública, é a aplicação do plano e os objetivos do governo principalmente sobre a gestão do SUS. O Pacto de Defesa da Saúde, por exemplo, apresenta um conjunto de reformas do SUS de forma que a União, estados e municípios integrem ações para aumentar a eficiência nos atendimentos.

Nos últimos anos, as principais metas de propostas feitas por meio do Termo de Compromisso de Gestão (TCG), assinado em conjunto pelas três unidades administrativas, são: redução da mortalidade infantil e materna, o controle de doenças emergentes, a redução da mortalidade por câncer de colo de útero e mama e “um conjunto de compromissos sanitários que deverão se tornar prioridades inequívocas dos três entes federativas”, conforme declara o texto do ministério para o Pacto de Defesa da Saúde.

Para tanto, o governo espera “buscar parcerias governamentais e não-governamentais para potencializar a implementação das ações de promoção da saúde no âmbito do SUS”, além de desenvolver “estratégias de qualificação em ações de promoção da saúde” para profissionais inseridos no sistema, como as equipes do Programa Saúde da Família, formadas por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e agentes comunitários, que atualmente chegam a atender até mil famílias (cerca de 4 mil pessoas) por área de atuação.

Proposta para equilibrar atendimentos

O presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), defende que a universalização e qualidade dos atendimentos dos postos de saúde públicos devem vir com a “criação de carreira no SUS à semelhança da existente no Poder Judiciário, com salários atraentes e passagem obrigatória por regiões economicamente pobres como etapa promocional, a fim de corrigir a má distribuição de médicos imposta pela lógica do mercado”.

Outra medida defendida por Campos Jr. é o credenciamento médico para atendimento dos pacientes do Sistema Único de Saúde nos próprios consultórios particulares, uma “prática comum no Canadá, tido como referência de sistema público”, argumentou.

Para conhecer na íntegra as propostas do Ministério para o Plano Nacional de Saúde, acesse aqui.  

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: