Blog do Desemprego Zero

Marina Silva: “É fundamental que não tenhamos retrocessos”

Posted by Beatriz Diniz em 15 maio, 2008

Que o país não tenha retrocesso, foi o pedido da ex-ministra, Marina Silva. E falou que Carlos Minc, pode dar uma boa continuidade na política ambiental e afirma que sua saída nada tem haver com o ministro Mangabeira.

Por Katia Alves

Publicado originalmente na Tribuna on line

A ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, pediu nesta quinta-feira que o Brasil não tenha retrocessos na área ambiental com sua saída do cargo. “É fundamental que possamos preservar os avanços, é fundamental que não tenhamos retrocessos”, disse ela em entrevista coletiva à imprensa.

Marina, que pediu demissão na terça-feira, será substituída por Carlos Minc, que atuava como secretário de Estado do Ambiente do Rio de Janeiro.

Ela afirmou que Minc pode dar “contribuição significativa” à política ambiental brasileira. “Conheci o Minc quando ele ainda tinha cabelo e ele corre o risco de perder um pouco mais. É um ambientalista que todos respeitamos e é uma pessoa qualificada para dar contribuição significativa ao País”.

A ex-ministra pediu que a resolução do Conselho Monetário Nacional, aprovada em fevereiro deste ano e que restringe crédito em áreas de desmatamento, seja mantida.

“Não podemos aceitar que se revogue a resolução do Conselho Monetário Nacional, não podemos aceitar que haja retrocesso sobre as unidades de conservação, que antes eram criadas em áreas remotas e agora estão sendo criadas na frente da expansão predatória e ajudou a frear o desmatamento”.

Marina Silva destacou que estava falando com a imprensa como senadora e que se sente “tranquila” com a decisão de deixar o ministério. “Eu já estou falando com vocês como senadora da República pelo meu querido estado do Acre. Eu quero dizer que essa decisão é claro que foi difícil, não posso deixar de dizer que é um processo doloroso, mas estou muito tranquila em relação à decisão tomada porque tenho a clareza que ela contribui para o processo de fortalecimento da agenda ambiental do Brasil”.

Mangabeira Unger

A ex-ministra afirmou que não deixou o cargo em razão de o ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência, Roberto Mangabeira Unger, ter sido escolhido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para coordenar o Plano Amazônia Sustentável (PAS). Durante a coletiva, Marina disse não ter sido consultada sobre a indicação de Mangabeira Unger.

“Meu gesto não é função do doutor Mangabeira. É uma questão de que você vai vendo um processo que cumulativamente as coisas estão andando, estão acontecendo e você percebe que começa a haver uma estagnação. E aí criar um novo acordo, com novo ministro”. As informações são do G1.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: