Blog do Desemprego Zero

A saída de Marina Silva

Posted by NOSSOS AUTORES em 20 maio, 2008

Por José Márcio Tavares*

Não. Eu não acho que seja o melhor caminho a gente se pautar pelas opiniões do inimigo. Mas, só com a saída de Marina do governo, eu pude ter certeza de que ela realmente atrapalhava mais do que ajudava.

Afinal, a mídia ficou tão consternada…

Os ecologistas parecem que gostaram tanto dessa história de conservar a natureza que, a meu ver, perderam a noção do principal. A natureza deve ser preservada, mas isso não pode ser uma coisa que venha de encontro ao ser humano. A natureza é linda. Já foi fonte de tanta inspiração para poetas e pintores, mas nem sempre ela é nossa amiguinha.

A natureza não é nem a favor nem contra. Ela simplesmente é assim e pronto. E a trajetória da cultura humana é a luta incessante do homem versus natureza. A luta contra os predadores; contra as intempéries e muitas vezes, contra o próprio semelhante: hominem lupus lupui.

Até o final do século dezenove, a natureza estava ganhando de goleada. Pestes, tufões, vulcões e terremotos matavam milhões de seres humanos. A engenharia ainda engatinhava.

Com o desenvolvimento da ciência, o jogo virou. O homem resolveu se vingar e passou a humilhar sua antiga vilã. Florestas foram arrasadas; inúmeras espécies animais foram dizimadas; a caça era – acho que ainda é – um esporte de “gente bem”.

Aqui no Rio de Janeiro, houve o arrasamento do Morro do Castelo, pois achava-se que ele era símbolo do atraso. Afinal, as pessoas, após deliciarem-se com óperas de Puccini e Verdi, saíam do Theatro Municipal e se deparavam com aquele morro cheio de árvores (arg!) e até cabras pastando solenes. Coisa de caipira atrasado, diziam os almofadinhas para suas senhoras.

Gastou-se milhões de Réis (era assim que se fazia o plural de Real) com o arrasamento. Pura bobagem.

Mas, hoje em dia, o grande barato seria uma parceria homem-natureza. Muito a ver com o texto do Gustavo ou do Marcos sobre plantação de eucalipto (clique) etc.

Não dá pra ficar achando que a floresta é intocável, enquanto milhões de seres humanos precisam de crescimento econômico, emprego e qualidade de vida. Crescimento que, evidentemente, afeta a floresta.

Como disse o Gustavo no seu corrido, porém excelente texto, o atraso é que causa o maior desmatamento. O atraso provoca o desmatamento desordenado e altamente rentável para madeireiros e demais criminosos ambientais.

Pra finalizar, gostaria de dizer que adorei as declarações do Minc, mas acho que ele deve ter cuidado, pois os alopro-religiosos do PT já devem estar de olho nele. Ainda mais que ele é judeu.

Agora, é deixar de lado essas bobagens ecológicas e tocar o PAC pra frente.

Viva o bagre! Viva o mico-leão! Viva a ararinha azul!

Mas o ser humano vem em primeiro lugar!

Abraços,

Márcio Tavares

* José Márcio Tavares: Ex-Diretor de Comunicação do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, Contador, Funcionário público aposentado, bibliófilo e Violonista. Meus artigos

Anúncios

Uma resposta to “A saída de Marina Silva”

  1. Bruno said

    Concordo comcê. Eu vejo que a Amazônia deve servir aos interesses do povo brasileiro. E a biodiversidade vale muito mais (economicamente) do que os assassinos (de gente) que derrubam a floresta para plantar soja. Reconheço que parte da minha defesa da Marina é encanto pela pessoa. É algo emocional, coisa que não nutro pelos dirigentes petista e pelo Lula. Mas, acho que a política dela de preservação da Floresta muito boa. A imprensa só falou mal da saída da Marina para falar mal do Lula. Mas, Mirian Leitão representa a Vale e os sojicultores, que são contra a Marina. Alias, escrevi isso no blog da Mirian.
    Mesmo que o Minc faça a mesma coisa, objetivamente o encanto que a Marina exercia significa muita perda. Pode parecer besteira. Mas, eu e muita gente olha para a Marina e diz: “Nossa, tenho orgulho dessa mulher.” Acho que o Lula perdeu pontos na popularidade dele, pelo menos entre a esquerda de classe média. Mas, reconheço que minha opinião sobre a Marina fica muito enviesada pelo meu encanto emocional por ela. Acho que todo mundo de esquerda que não gosta da Articulação gosta da Marina. Talvez eu esteja muito enganado, mas não consigo imaginar alguém da minha relação que não tenha simpatia por ela (talvez meu pai). Ah, mudando de assunto, vc viu que o post do Gustavo falando da prefeitura tucana ficou famoso? Dioguito e Reinaldo desceram o pau.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: