Blog do Desemprego Zero

Portos e terminais do país movimentaram 746 milhões de toneladas em 2007

Posted by NOSSOS AUTORES em 21 maio, 2008

Publicado originalmente no Blog Logística e Transporte

Por José Augusto Valente*

Os portos organizados e os terminais de uso privativo (TUPs) do país movimentaram 746.088.688 toneladas de cargas no ano passado, segundo levantamento preliminar elaborado pelos técnicos da área de Gestão e Desempenho Portuário da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, com base nas informações enviadas pelos portos e terminais.

O resultado é 7,6% maior que o de 2006, quando foram movimentados 692.833.468 toneladas.

Na movimentação de carga geral (itens com maior valor agregado), os campeões são Santos (SP), com 32.389.061 toneladas, Praia Mole (ES), com 9.218.624 toneladas, e Paranaguá (PR), com 8.549.644 toneladas, das 37.599.164 toneladas de cargas totais que circularam no porto paranaense em 2007.

A expectativa dos técnicos da ANTAQ é que a movimentação nos portos e terminais brasileiros, em 2007, deverá fechar em algo próximo de 446.656.617 toneladas de granel sólido, 193.242.265 toneladas de granel líquido e 108.189.806 toneladas de carga geral.

Ranking por carga geral: 1- Santos-SP (32.389.061); 2- Praia Mole-ES (9.218.624); 3- Paranaguá-PR (8.549.644); 4- Itajaí-SC (7.243.148); 5- Barra do Riacho-ES (7.067.217); 6- Rio de Janeiro-RJ (7.045.491)*; 7- Rio Grande-RS (6.641.130); 8- Vitória-ES (5.514.904); 9- S. Francisco do Sul-SC (3.554.869); 10- Itaguaí-RJ (3.463.718).

Leia mais no site da Antaq

Esses resultados mostram o que não cansamos de repetir, indo na contramão das críticas infundadas: os portos públicos, que movimentam praticamente toda a carga geral, são eficientes e estão dando conta do recado.

Outra observação importante é a de que se juntar a movimentação de carga geral dos portos de Praia Mole, Barra do Riacho e Vitória, no Espírito Santo, dá 21,7 milhões de toneladas, perdendo apenas para o porto de Santos (Estado de São Paulo), com 32,2 milhões.

Em Santa Catarina, juntando Itajaí e São Francisco do Sul, dá 10,8 milhões de toneladas.

No Estado do Rio de Janeiro, Itaguaí e o porto do Rio, atinge 10,5 milhões toneladas.

* José Augusto Valente: engenheiro e trabalho há 35 anos na área de transportes. Fui Presidente do DER-RJ em 2002 e titular da Secretaria de Política Nacional de Transportes, do Ministério dos Transportes, no período de maio/2004 a junho/2007. Atualmente atuo como Consultor em Logística e Transporte.

Currículo

Meu e-mail para contato é: joseaugustovalente@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: